Suitability: O que é e qual a sua importância

Como cada investidor possui objetivos, tolerância a risco e patrimônios distintos é necessário traçar um perfil de risco para cada um deles. Por isso hoje conheceremos um mecanismo que atua nessa área.


Suitability é o processo de adequação dos investimentos ao perfil do investidor, neste processo são coletadas diversas informações, que irão auxiliar a entidade financeira a conhecer seus clientes e assim poder ofertar os melhores investimentos para as suas necessidades.




Suitability é um termo inglês que tem uma forte relação com a palavra: Suit (terno). Ou seja, para que um terno caia bem em você o alfaiate terá que tomar suas medidas, para fazer o terno perfeito. Da mesma forma nos mundos dos investimentos. A instituição financeira precisa "traçar suas medidas" para lhe ofertar a carteira que melhor se ajuste. E para isso funcionar bem, é necessário uma boa Análise do Perfil do Investidor.



Análise do Perfil do Investidor (API)


Se você possuí algum recurso investido em banco (poupança não vale, ein) ou em corretora, você já respondeu essa análise (ao menos deveria). A Análise do Perfil do Investidor, o famoso API, é o principal instrumento para a implementação de um bom Suitability.


O API possui uma validade de 24 meses, sendo necessária a sua revalidação periódica. Afinal é possível que haja modificação no perfil do investidor. É uma tendência natural que quanto mais velho se fica, tende-se a se ter uma maior patrimônio, e consequentemente uma postura mais conservadora, por exemplo.


As instituições financeiras possuem certa liberdade para construir o seu API, mas existem questões que são obrigatórias, como: os objetivos de investimento, situação financeira e conhecimento do mercado financeiro.


Os Perfis de Risco


Das respostas prestadas na Análise de Perfil do Investidor será constatado o perfil de risco do clientes, que poderá ser:


O Perfil Conservador é aquele investidor mais “medroso”, busca garantias e menos volatilidade, aceitando menos rendimentos, desde que não corra grandes riscos.


O Perfil Moderado aceita correr um pouco mais de riscos, visando também um rendimento mais elevado, porém também gosta de manter os “pés no chão”. Não desejando grandes oscilações na carteira.


Por fim, temos o perfil Arrojado e o Agressivo que são os que toleram maiores riscos e volatilidade, em busca de rendimentos expressivos. Tendem a conhecer melhor o mercado, possuindo assim uma maior resiliência aos momentos de grande volatilidade.


A Importância do Suitability


O Suitability ajuda a proteger o investidor, a garantir que a instituição financeira apresente produtos adequados ao seu perfil, visando atender os seus objetivos e necessidades.


Tal assunto é tão importante que as instituições são obrigadas a exercer o Suitability. Tal obrigação encontra-se expressa na instrução da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) 539.


Tá Estudando Para CPA 10, CPA 20 ou CEA? Veja a aula completa:


Texto Escrito por Brayan Souza. Com apoio de Marcela Azevedo.