Política Monetária: Conceito

Segundo José Júlio Senna, ex-diretor do Banco Central “ Nada do que temos hoje nasceu da noite para o dia. A luta por preservar o poder de compra da moeda é antiga e seus princípios foram descobertos há milênios.” Os nossos antepassados faziam negociações e também havia inflação sobre a moeda deles, mas talvez não tinham ferramentas eficazes como as que temos hoje. Um bom exemplo é a política monetária, entende-la é de extrema importância, uma vez que, ela sempre estará influenciando os preços que você paga.



O que é Política Monetária?


Ela é um conjunto de medidas adotadas para promover o controle da liquidez na economia, ou seja, promover o domínio da oferta de dinheiro em circulação. Conforme estiver o cenário a política monetária tem poder de retrair ou estimular o mercado, com medidas que afetam diretamente a inflação e a taxa de juros. O seu principal objetivo é assegurar o poder de compra da moeda. Mas qual é o órgão responsável por definir essas medidas ?





Seguindo a hierarquia natural o órgão regulador Conselho Monetário Nacional(CMN) é responsável por definir as políticas monetárias do nosso país, mas na hora de colocar em prática, compete ao Banco Central (BC) executar as medidas necessárias e controlar a quantidade de recurso que circula no país.


Política Monetária Contracionista e Expansionista


Existem dois tipos de Política monetária, a contracionista e a expansionista. Na política monetária Contracionista é adotado um regime restritivo, pois o objetivo é tirar moeda do mercado. O BC aumenta a taxa de juros para diminuir a demanda por crédito, promove a desaceleração do PIB e do consumo e com isso a redução da liquidez. Já a política monetária Expansionista, tem como característica o incentivo ao consumo, é aumentado a oferta de moeda no mercado e o BC reduz as taxas de juros, com objetivo de melhorar o desempenho econômico.


Tá Estudando Para CPA 10, CPA 20 ou CEA? Veja a aula completa: